Acerte na hora da entrevista de emprego

Bom dia!

Hoje a temperatura aqui em BH está convidando pra se passar mais horas na cama, como o dever fala mais alto, estou trabalhando, e muito.

Falamos sempre de beleza, moda, lançamentos e dietas, mas muitas vezes nos sentimos perdidas quando precisamos escolher roupa e make adequados para uma entrevista de emprego, não é mesmo? Vejo muitas meninas errarem, e feio, no ambiente de trabalho, por isso, a dica de hoje é sobre o que vestir, pra passar uma imagem confiável.

Lembro a todas que numa entrevista de emprego, o tempo com o entrevistador é muito curto, logo ele olhará os pequenos detalhes para traçar seu perfil. Sendo assim, a primeira impressão conta muito e, se você não estiver vestida adequadamente perderá a chance de mostrar melhor suas competências.

Quando receber um convite para entrevista a primeira coisa a fazer é se informar sobre a empresa, sobre seus valores, seu ramo de atuação, qual seu posicionamento no mercado e se é conservadora ou mais liberal.

Empresas conservadoras, como bancos, instituições jurídicas e financeiras prezam pela sobriedade, normalmente, os funcionários se vestem com roupas mais clássicas, como terninhos, saias na altura do joelho, camisas de alfaiataria, sapato fechado e com salto, tudo com cores mais fechadas, como cinza, azul marinho, risca de giz e tons terrosos, maquiagem leve e com acessórios discretos.

Já empresas mais liberais, como comércio de produtos de informática, empresas de publicidade, de alimentação e de moda, permitem aos seus funcionários mais opções de vestimentas, muitas permitem jeans e malha, produções mais elaboradas e coloridas, além de sandálias e acessórios chamativos.

Saber que tipo de empresa é a que te convidou faz toda a diferença, pois vestida de acordo com os padrões dessa, você terá mais segurança durante a entrevista e mais chances de ser admitida. Pra não errar, o básico, como sempre, é curinga. Se você optar por uma roupa que não seja nem chique demais, nem despojada em demasia, poderá agradar aos dois grupos, sem correr o risco de ser mal interpretada.

Estão proibidos os decotes profundos, costas ou barriga de fora, saias acima do joelho, tecidos com brilho e transparências, chinelos, tênis, sandálias de salto muito alto, regatas, roupas justas ou largas demais, roupa amassada ou suada, acessórios muito chamativos e barulhentos, fones de ouvido dependurados, óculos de sol na cabeça, e perfumes exagerados. Isso mesmo! Lembre-se de não usar perfumes enjoativos, doces ou em exagero, pois se o seu entrevistador ficar com dor de cabeça ou uma crise de espirros, você, certamente, não será lembrada positivamente.

Pra acertar sempre, em empresas mais conservadoras, use um terninho ou tailleur, em cor mais neutra, como preto ou tons terrosos. Em empresas mais liberais use uma calça em cor escura de corte reto, com camisa ou blusa. Em empresas que valorizam a criatividade, escolha peças com corte diferenciado e não use cores neutras. Independente da empresa, um sapato fechado de salto médio é curinga e, para o rosto, nos olhos sombra marrom e nos lábios batons cor-de-boca, rímel e blush, mas sem exageros.

Dica valiosa: melhor estar mais formal que o ambiente pede que o contrário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Paola Oliveira Fumando

KARI: muito mais que um vestido indiano

Creme nota 10: Avon Solutions Cellu-Sculp Redutor de Celulite e Medida