Meningite


Hoje é sábado. Dia de alegria. Faxinar a casa, cuidar com mais tempo do corpo, cabelo, unhas e da alma. Dia de se divertir, de sair com os amigos e com a família, ou, simplesmente, ficar em casa curtindo a folguinha. Será?
Pra mim, para os amigos e parentes do Hendrick é um dia feio e triste. Apesar do sol radiante lá fora, apesar do vento suave e das perspectivas novas e boas que da próxima semana tenho, hoje é um dia triste.
Hendrick, com apenas 5 meses, nos deixou. Foi levado pela meningite. Fulminante, terrível, assustadora e arrasadora. Quase uma semana hospitalizado, já com morte cerebral e muitas dúvidas, ontem, desligou-se o último botão que por dias foi nosso fio de esperança.
Enquanto aquele coraçãozinho tão pequeno batia, mesmo fraco, naquele corpo ainda tão frágil, a fé nos empurrava a esperar por um milagre.
Agora se foi. E não é fácil esquecer, aceitar, ir adiante, não pensar. Eu penso, eu sofro. Também tenho filhos e sei o quanto são importantes. O quanto são parte de mim e me fazem forte.
Aos pais, dá força, meu Deus! Dá consolo, conforto, abraço. Envolva-os com Teu poder pra que não percam a fé, a vida. Que fique na memória somente a lembrança dos dias em que todos sorriram muito mais que antes, por ter esse pequeno aqui na terra.
5 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Paola Oliveira Fumando

KARI: muito mais que um vestido indiano

Creme nota 10: Avon Solutions Cellu-Sculp Redutor de Celulite e Medida