Espelho é bom companheiro

Não raras vezes, me assusto e até me divirto com as bizarrices que vejo transitar diante dos meus olhos: meninas bonitas, mas sem o menor senso do que lhes cai bem, seja no modelo ou cor da roupa, seja na maquiagem e corte de cabelo. Todos somos livres pra escolher o que queremos - é verdade - mas se podemos usar a nosso favor e ficar ainda mais bonitas, ressaltando o que temos de melhor e tirando a atenção do que não é tão bonito, melhor. Não é mesmo?

Então, na hora de escolher sua produção, ainda no momento que for comprar, controle sua compulsividade e fuja daquelas peças que são as últimas tedências e das peças em promoção. Compre com tempo e critério.

Quer um exemplo: Não compre uma peça cheia de babados se está acima do peso e quer disfarçar, pois terá efeito contrário. Quer uma dica que vale pra qualquer uma, seja magra ou gorda, alta ou baixa, com qualquer biotipo? Não caia na conversa de vendedores. Na ânsia por vender eles (a maioria, é claro que existem exceções) tentam nos empurrar qualquer coisa, tecem mil elogios, tentam convencer de que aquela peça é indispensável e blablablá. Forme sua própria opinião do que é bom pra você e se olhe bem no espelho. Decida pelo que relamente te fará sentir-se bem e mais bonita, causando boa impressão e, principalmente, te deixando segura.

Sua imagem agradece. E os olhos dos seus colegas também.

3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Paola Oliveira Fumando

KARI: muito mais que um vestido indiano

Creme nota 10: Avon Solutions Cellu-Sculp Redutor de Celulite e Medida